Publicado em Cultura, Dicas, Viagem

Viajante ou Turista? – Dicas Para Viajar Tranquilo

Viajante ou Turista? – Dicas Para Viajar Tranquilo

Hoje eu vou dar algumas dicas para você que vai viajar. Algumas delas servem sempre para absolutamente qualquer viagem, outras são mais específicas. Seja você um turista ou seja você um viajante, eu te garanto que se você tiver bom senso vai se sair muito bem e aproveitar ao máximo seu passeio.

Viajante

Qual a diferença entre viajante e turista?

O Turista

É o camarada ou a camarada que saiu de férias e está curtindo a viagem sem saber ao certo o rumo tomado. Ele não se informa sobre a cultura do destino e age como se estivesse no quintal de casa.

Sempre acha que a cultura alheia é inferior no que difere da dele e não está nem aí para as regras e normas dos outros.

O Viajante

O cara que é chamado de viajante é aquele cara que estuda o lugar para onde vai antes do início da viagem e quando chega ao destino sabe exatamente como se portar, se insere na cultura e não segue itinerários pré-estabelecidos.

Esse tipo de viajante respeita a cultura do outro e se adéqua as normas impostas pela sociedade local. Isto, segundo o dicionário dos super espertos, que acham lindo se colocar acima de qualquer ser humano que viaje para exatamente os mesmos lugares que ele.

Nenhum Dos Dois ou Ambos?

Não entendo o porquê os modismos necessitam de etiqueta. Colocam a tag em tudo o que veem pela frente. Entendo que na prática é mais fácil distinguir um do outro, mas sempre um tem que ser o super vilão e o outro o mocinho.

Na prática todo mundo que viaja é viajante, e também, turista. Então porque a etiqueta? Vamos deixar de frescura porque ninguém é melhor do que ninguém.

Isso não exime ninguém da obrigação de ser respeitoso com a cultura do lugar que pretende visitar.

Turista

Se você respeita as outras culturas e estuda sobre o lugar antes de ir, se você não faz coisas que não se encaixam no bom senso: parabéns, você não fez mais que a sua obrigação.

Se você não está nem aí para as os lugares para onde viaja,  escolhendo qualquer destino que esteja na moda, se não se interessa em saber sobre a cultura alheia e só quer saber de se divertir com o que o lugar tem para oferecer: bom para você.

O que não pode é haver desrespeito de nenhum tipo. Por isso, vou listar algumas coisas que você JAMAIS deve fazer quando for viajar para outro lugar. E essa dica serve até se você for viajar para uma cidade qualquer dentro do próprio Brasil.

Nosso país é uma terra de dimensões continentais e dentro dele temos as mais variadas culturas possíveis. Então, muita calma nessa hora.

O Pulo do Gato

O pulo do gato

Se você fez a tarefa de casa e estudou direitinho, vai saber exatamente como se comportar no país que está prestes a visitar. Mas alguns pontos recomendo prestar atenção.

Escrevi um post específico com 10 Dicas Para Você Que Vai Viajar Para a Ásia para você que está pensando em se aventurar por aquelas bandas.

Mas, algumas coisas você deve prestar atenção com mais afinco, pois, algumas vezes algo que para nós é óbvio, para o outro é exatamente o contrário.

Por favor, observe se existe alguma lei absurda no país que você nunca imaginaria ser crime ou coisa parecida. Alguns países punem mesmo os estrangeiros, sob alegação de que devem conhecer as leis do país já que decidiram visitá-lo, o que eu concordo absolutamente.

Se está pensando em viajar para Cingapura, por exemplo, você PRECISA ler este post que escrevi sobre as 10 leis que você não vai querer quebrar de jeito nenhum!

Uma dica que funciona sempre, é não mostrar ombros e joelhos em templos de qualquer religião. Melhor pecar pelo excesso. Você pode ser “convidado” a se retirar em alguns templos, caso não siga essa regra.

Tocar a cabeça de crianças em culturas orientais é extremamente desrespeitoso. Sabe aquela criancinha fofinha que você quer fazer um cafuné? Fique na vontade, nunca à vontade. Na verdade muita gente pelas bandas do Brasil não gosta também.

A questão é que alguns países (normalmente de maioria budista) consideram a cabeça a parte mais sagrada do corpo. Por isso, nunca toque a cabeça de ninguém. Se a cabeça é sagrada, os pés são a parte mais imunda. Daí a obrigatoriedade de retirar os sapatos na entrada de lugares sagrados, das casas e até de alguns comércios.

Na Europa isso é mais questão de higiene, assim como no Brasil em que algumas casas também tem esse hábito. Mas, geralmente, nós permitimos que visitantes entrem de sapatos. Em países orientais é ofensivo. No Japão até na escola você troca de sapato.

Então fique de olho na entrada se houver lugar para colocar os sapatos, ou se os anfitriões estão descalços. Não espere pedirem para tirar seus “sujinhos” sob pena de ter seus lindos sapatos arremessados para o além. 🙂

Claro que não farão isso (não sei). Mas, alguns são bem enfáticos e você não quer criar uma indisposição já na entrada.

Sapatos

Olhar diretamente nos olhos é ofensivo em alguns lugares, pode demostrar que você está desafiando a pessoa, assim como não olhar em outros lugares, pode significar falta de respeito ou que você não é confiável.

Outra coisa fundamentalmente importante para qualquer pessoa que esteja viajando. Principalmente se você está em um lugar histórico, um museu. Jamais toque em nada, ainda que não haja proteção.

No Museu do Louvre em Paris, a Monalisa fica dentro de uma caixa de vidro e com um cordão de isolamento por esse exato motivo. Gente que não controla a mãozinha nervosa e acha que tem que ver com a mão.

Monalisa

É permitido tocar em algumas obras para uma experiência mais sensorial. Mas, esses casos são devidamente informados. A mesma coisa acontece quando a obra permite que cegos toquem as artes.

Também não suba em estátuas para tirar fotos, por isso não é só falta de educação, mas você pode danificar uma obra que não está lá para seu uso particular. A posteridade agradeceria se pudesse ver a mesma coisa que você viu.

Algo óbvio que parece ser tão difícil para alguns mortais: jogar lixo em qualquer lugar que não seja o lugar exato em que ele deve ser descartado não é aceitável em nenhum cantinho do globo. Belezinha?!

Gente, foto dentro de museus, galerias tem que verificar a “disponibilidade”. Se for com flash está fora de questão. Em alguns lugares, como no “Vale dos Reis” no Egito, você pode ser forçado a pagar uma propina, porque não existe multas regulamentadas.

Mas, estamos falando de lugares sagrados. Em museus normalmente você vai ouvir algum funcionário te “lembrando” de que flashs não são permitidos.  Mas acredite, normalmente existem avisos bem visíveis informando sobre o que não pode.

Garanto que se você se atentar para esses detalhes e realmente dar uma rápida pesquisada na internet, você vai ter uma viagem bem mais agradável para você e para o anfitrião.

Em tempos onde os mecanismos de pesquisas acham de tudo, não tem desculpa, ok?!

Dicas Práticas Para Uma Viagem Fantástica

Gorgetas Tips

  • Alguns dias antes de viajar, durma um pouco mais cedo se o seu destino está a leste, e mais tarde, se se estiver a oeste.
  • Quando a viagem é mais longa e o lugar estiver dentro de um fuso muito diferente, peça um quarto com persianas tipo blackout, assim você pode controlar a hora que quer dormir e não sofrer tanto com o jet lag.
  • Não deixe para trocar para a moeda local somente no aeroporto de destino. Tenha algum dinheiro do país para pagar táxis ou outra emergência. Estude antes os lugares que trabalham com um câmbio melhor. Às vezes a diferença é grande.
  • Fique do  lado direito da escada rolante, da calçada, de onde houver tráfego de pessoas SEMPRE. A regra é a seguinte: se alguém estiver com mais pressa que você, vai te “ultrapassar”, como se fosse de carro mesmo. Portanto, nada de malas, bolsas e afins fechando a escada ou a passagem. Elas devem estar na mesma linha que você, logo à frente ou atrás.
  • Sempre que for reservar um hotel, procure pelos quartos mais afastados das ruas, dos elevadores, das portas de serviço ou de máquinas automáticas que vendem bebidas, snacks e cigarros. Isso vai garantir mais tranquilidade e silêncio durante sua estadia. Se não quiser silêncio, é só fazer o contrário. 🙂
  • Sempre leve a cópia do seu passaporte com você. Em caso de perda ou roubo, o original estará em segurança no seu quarto de hotel.
  • No caso de gorjetas, estude antes o país. Em alguns países, como no Japão, por exemplo, o ato é considerado extremamente ofensivo e em outros países é mandatório que você dê, sob o risco de tomar um “xingão”. Alguns países reservam uma caixinha escrita “tips“, então deixe sua gorjeta discretamente sem anunciar, porque isso pode ser desconfortável para eles.
  • Não esqueça os sinais na porta. Eles estão lá por um motivo. Algumas vezes é uma placa e as vezes é uma luz na parede do lado de fora da entrada. Deixe claro se quer que o quarto seja limpo, se quer a reposição de algum produto ou se não quer ser incomodado. Eu sempre uso a plaquinha de “Don’t disturb” e ligo para a recepção quando preciso de algo. Se tiver como, tranco a porta com corrente por dentro ou na chave normal também. Porque mesmo em hotéis 4 e 5 estrelas, já tive experiências ruins, principalmente na Ásia. Eles sabem ser bem invasivos.Estava eu lá enfrentando meu amado jet lag e as camareiras entravam no meu quarto sem pudores, mesmo com o aviso para não incomodar. Já me pegaram nua, dormindo ou tomando banho. Portanto, previna-se. Um aviso a mais na recepção de que não quer ser incomodado também pode ajudar.

Se você tiver alguma dica para enriquecer nosso conhecimento em como viajar melhor, deixe aqui nos comentários que eles serão muito bem vindos!

Até o próximo post!

KS.

 

 

Autor:

Jornalista curitibana, apaixonada por viagens e outras culturas, compartilhando a própria perspectiva sobre lugares, pessoas e costumes.

Um comentário em “Viajante ou Turista? – Dicas Para Viajar Tranquilo

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.