Anúncios

As 7 Maravilhas do Mundo Moderno

No último post falamos sobre as 7 Maravilhas do Mundo Antigo. Neste, vou te contar sobre As 7 Maravilhas do Mundo Moderno, também conhecidas como “Novas Sete Maravilhas do Mundo”.

Em 2007 a organização suíça New Open World Corporation (NOWC), abriu uma votação pela internet, na qual mais de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo, elegeram as novas maravilhas.

De 177 potenciais indicações, 77 maravilhas passaram para a próxima fase. A NOWC selecionou um grupo de autoridades em arquitetura reconhecidos mundialmente, juntamente com o ex-diretor geral da UNESCO, o espanhol Federico Mayor Zaragoza.

Esse time selecionou 21 monumentos finalistas que participaram da votação mundial feita pela internet.

No dia 7 de Julho do mesmo ano (07/07/07), em uma cerimônia realizada no Estádio da Luz, em Lisboa, eram anunciadas, mais de dois mil anos depois, as 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

As 7 Maravilhas do Mundo Moderno

A Necrópole de Gizé, no Egito, que estava na lista dos 21 monumentos finalistas, foi removida para receber o título de Maravilha Honorária.


Confira a Lista dos 21 Monumentos Finalistas:

  1. Castelo de Neuschwanstein – Schwangau – Alemanha
  2. Torre Eiffel – Paris – França
  3. Acrópole de Atenas – Grécia
  4. Hagia Sophia – Istambul – Turquia
  5. Kremilin e Catedral de São Basílio – Moscou – Rússia
  6. Coliseu – Roma – Itália
  7. Stonehenge – Amesbury – Reino Unido
  8. Alhambra – Granada – Spain
  9. A Grande Muralha da China – Badaling – China
  10. Templo de Kiyomizu – Kyoto – Japão
  11. Sydney Opera House – Austrália
  12. Angkor Wat- Siem Reap – Camboja
  13. Taj Mahal – Agra – Índia
  14. Tombuktu – Mali
  15. Petra – Jordânia
  16. Pirâmides de Gizé – Egito (Maravilha Honorária)
  17. Cristo Redentor – Rio de Janeiro – Brasil
  18. Moais da Ilha de Páscoa – Chile
  19. Machu Picchu – Peru
  20. Chichén Itzá – Yucatán – México
  21. Estátua da Liberdade – Nova Iorque – EUA

Agora, sem mais delongas, vamos para a lista dos grandes vencedores:

1. TAJ MAHAL – Índia

Assim como na lista antiga, não podia faltar um mausoléu na lista das novas maravilhas do Mundo Moderno. O Taj Mahal foi tombado em 1993 pela UNESCO como Patrimônio da Humanidade.

Aryumand Banu Begam, a esposa favorita do imperador Shah Jahan, deu a ele quatorze filhos, mas morreu após o nascimento do último. O Imperador, então, desolado, mandou construir entre 1632 e 1653 a maior prova de amor do mundo (como o Taj Mahal é conhecido) em sua homenagem.

Mumtaz Mahal (Jóia do Palácio), era como ele chamava sua esposa predileta. Por isso o  monumento foi incrustado de pedras preciosas e teve sua cúpula costurada com fios de ouro.

Mas, a história de amor de Shah Jahan não tem final feliz não. Porque, seus filhos macomunaram contra ele e o aprisionaram no Forte de Agra. Segundo a lenda, a única coisa que o confortava era que ele tinha uma janela da qual podia observar o Taj Mahal todos os dias.

Quando finalmente faleceu, um de seus filhos o enterrou junto de sua amada, causando a única ruptura da estrutura.

Uma curiosidade sobre o Taj Mahal são suas quatro torres inclinadas levemente para fora. Pois, a intenção era precaver um possível terremoto ou afins, fazendo com que as torres não caíssem sobre a estrutura principal.

Taj Mahal uma das 7 maravilhas do mundo moderno
O Mausoléu indiano – Taj Mahal

2. CHICHÉN ITZÁ – México

Localizada em Tinum, no estado de Yucatán, no México, a cidade de Chichén Itzá foi construída pelos Maias no Período Clássico.

Um dos maiores centros urbanos dos Maias, a cidade possuía uma população muito diversificada para os seus padrões. Mas, estudos mais recentes atribuem também a presença de estilos não Maias à forte difusão cultural existente naquela época.

Até março de 2010 as terras sob as ruínas de Chichén Itzá eram de propriedade privada. Foi quando então o estado de Yucatán comprou a área.

A parte mais conhecida da cidade é a Pirâmide de Kukulkan ou Kukulcán (não vai confundir com a Ku Klux Kan “pelamordedeus”), que significa o “deus serpente”. Ela tem 365 degraus, um para cada dia solar e tem 24 metros de altura.

Mas o sítio arqueológico é composto também pelo Templo de Chac Mool, a Praça das Mil Colunas e o Campo de Jogos dos Prisioneiros. Sua construção data dos séculos IX e XII.

Chichén Itzá  uma das 7 maravilhas do mundo moderno
Pirâmide de Kukulkan no México

3. PETRA – Jordânia

Localizada ao sul da Jordânia, Petra é uma cidade histórica e arqueológica, famosa por sua arquitetura esculpida nas rochas.

A “Cidade Rosa”, nome dado por conta da coloração de suas pedras, é símbolo da Jordânia, além de ser a atração mais visitada do país. Petra é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1985.

A cidade foi “apresentada” ao mundo ocidental somente em 1812 pelo suíço Johann Ludwig Burckhardt, o primeiro europeu a “descobrir” as ruínas.

Cenário de filmes famosos, como o lendário Indiana Jones e a Última Cruzada, a cidade ainda é uma incógnita.

Sob o domínio de Constantino, Petra prosperou até o ano 363. Mas, um terremoto na Galileia, destruiu quase metade da cidade. Em 551, outro terremoto em Beirute arrasou a cidade quase que por completo.

Foi quando Petra não conseguiu se recuperar e deixou de ser rota comercial. Desde então suas ruínas são objeto de visitação e fascinação para os turistas.

Petra  uma das 7 maravilhas do mundo moderno

4. GRANDE MURALHA DA CHINA

Pedra, granito, tijolo e madeira. Esses são basicamente os materiais utilizados na Grande Muralha da China. Ela foi construída entre os séculos III a.C e XVII d.C. e possui de 7 a 10 metros de altura e mais de 20 mil quilômetros de extensão.

Antigamente falava-se que a Grande Muralha era o único monumento feito pelas mãos do homem que era possível ser visto da Lua a olho nu. Em 2003, após o primeiro voo espacial chinês, o astronauta Yang Liwei disse que realmente não era possível ver nada.

Apesar de ser a maior estrutura militar de defesa, a muralha é mais conhecida como o maior cemitério do mundo. Isso se deve ao fato de que muitos dos trabalhadores morreram enquanto trabalhavam erguendo o monumento.

Construída ao longo de mais de 1500 anos, ela foi totalmente finalizada no século XVII, durante a Dinastia Ming.

Muralha da China  uma das 7 maravilhas do mundo moderno
Trecho da Grande Muralha da China

5. COLISEU – Itália

A capital da Itália não podia deixar de figurar na lista das novas maravilhas. Em Roma, está situado, nada mais nada menos do que o Coliseu. Na verdade o nome oficial do Coliseu é Anfiteatro Flaviano, e é o maior a ser construído.

Com capacidade entre 50 mil e 80 mil espectadores, o Coliseu foi construído entre 70 d.C. e 90 d.C., sendo inaugurado antes de ser concluído, entre 79 d.C. e 81 d.C.

O lugar não era só famoso pelos espetáculos e peças teatrais que apresentava, mas também, por ser palco de combates entre gladiadores, caças de animais selvagens e também execuções.

A política de “pão e circo” foi amplamente utilizada por aqui. Tito, que era o imperador de Roma na época, já decadente, aproveitou o espaço para entreter a população também com esse circo de horrores. No século XVII, o Papa Bento XIV o declarou como local sagrado.

Quando se fala em Roma, logo vem o Coliseu à mente. Símbolo da Roma Imperial, repleto de história e fábulas, sem dúvida, esse monumento merece o título de “Maravilha”.

Coliseu
O Coliseu de Roma se chama na verdade Anfiteatro Flaviano

6. MACHU PICCHU – Peru

A Cidade Perdida dos Incas, Machu Picchu, que significa “Velha Montanha” em quíchua, foi construída no século XV, é o principal símbolo do Império Inca que sobreviveu até a invasão espanhola do século XVI.

No meio da Cordilheira dos Andes, a cidade se ergue a 2400 metros de altura, próximo da cidade de Cusco. Machu Picchu ambém é Patrimônio Mundial da UNESCO desde 1983, ela possui suas construções ainda bem conservadas.

Isso se deve ao fato de quando os espanhóis conquistaram a região, não encontraram a cidade. Por isso, “Cidade Perdida dos Incas”. Machu Picchu só foi “encontrada” em 1911 pelo professor americano Hiram Bingham.

Machu Picchu  uma das 7 maravilhas do mundo moderno
Machu Picchu – A Cidade Perdida dos Incas no Peru

7. CRISTO REDENTOR – Brasil

E agora, com vocês, reinando absoluto do alto do morro do Corcovado, emerge o protagonista “brazuca” da lista das 7 maravilhas do mundo moderno, o Cristo Redentor.

A princípio, símbolo do cristianismo brasileiro, mas com o passar dos anos, o Cristo ganhou magnitude mundial. O Cristo Redentor se tornou Patrimônio Mundial da UNESCO em 2012, alguns anos após vencer como uma das 7 maravilhas.

Hoje o Cristo é sem dúvidas o símbolo de todo o Brasil. Todos os que veem a foto da estátua já a relacionam ao país imediatamente. Inaugurado no dia 12 de outubro de 1931, foi construído em concreto armado e pedra de sabão.

O Cristo mede 30 metros de altura, tirando seu pedestal que mede 8 metros. Seus braços se abrem ao longo de nada menos do que 28 metros de envergadura. Pasmem: a estátua pesa 1145 toneladas!

Ainda assim, por incrível que pareça, desde os anos 90, o Cristo Redentor não é a maior estátua de Jesus Cristo existente.

Em 1990, a Bolívia construiu sua estátua, O Cristo da Concórdia, em Cochabamba, que ultrapassaria a estátua brasileira em 4,20 metros, resultanto em um Cristo gigante de 34,20 metros de altura.

Mas, não acaba por aí. Em 2010, a Polônia construiu uma estátua ainda maior, a Estátua de Cristo Rei. Ela mede 36 metros, deixando o Cristo na terceira posição.

Não pense que estou puxando a sardinha para o monumento brasileiro. Porém, não podemos negar que a sua beleza e localização – na baía de Guanabara – bem como os seus braços abertos, impressionam, tornanado a emblemática estátua, a mais bela de todas.

Cristo Redentor
A estátua do Cristo Redentor no Rio de Janeiro

E aí? Já conheceu algumas das 7 maravilhas do mundo moderno de perto? Conta para a gente aqui nos comentários!

Até o próximo post!

KS.

Anúncios

Comments

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: