Abertura fronteiras União Europeia
Viagem

Brasileiros Serão Barrados na Europa?

As Consequências do Coronavírus Para os Viajantes

Muito tem se especulado sobre como serão as viagens pós pandemia e quando os países reabrirão definitivamente suas fronteiras para o turismo mundial. No entanto, por conta do crescente número de casos do novo Coronavírus no Brasil, a pergunta é: será que os brasileiros serão barrados na Europa?

Brasileiros serão barrados na Europa

A Europa é um dos destinos mais desejados pelos brasileiros que sonham em viajar para fora do Brasil. Portanto, é de se esperar que cause uma certa ansiedade saber se as portas dos países europeus continuarão ou não abertas para esses turistas famintos por viver novas aventuras no velho continente.

+Leia também: A Tecnologia Reduzindo os Impactos do Coronavírus.

Comissão Europeia

Após três meses de isolamento social a Europa iniciou o desonfinamento. Assim, começa a planejar a reabertura de suas fronteiras. Desde e última segunda-feira, (15/06), a Comissão Europeia pediu a reabertura das fronteiras de seus estados-membros.

Ainda assim, a recomendação é para liberar entradas de acordo com o índice de contágio de cada país. Mas, é claro, os países são soberanos para decidir quando reabrirão suas fronteiras.

Abertura fronteiras União Europeia

A Comissão Europeia, sediada em Bruxelas, disponibilizou uma plataforma online para auxiliar na reabertura das fronteiras europeias. O objetivo é unificar os dados relativos à União Europeia, fornecendo informações sobre fronteira, meios de transporte, além de serviços turísticos disponíveis nos Estados-membros em tempo real.

No site é possível escolher o país de interesse e verificar o status da fronteira e inclusive verificar os serviços que já se encontram disponíveis para cada país-membro da UE27. A partir desses dados já podemos avaliar quais as consequências do Coronavírus para os viajantes brasileiros.

Por enquanto, a grande maioria dos países reabre as fronteiras somente para os países que fazem parte da União Europeia, incluindo também os signatários do Acordo de Schengen, como Suíça e Licheinstein, por exemplo.

Além de uma lista seleta de 14 países fora da Europa que estão autorizados a viajar a partir de (01/07). São eles: Argélia, Austrália, Canadá, Coreia do Sul, Japão, Geórgia, Marrocos, Montenegro, Nova Zelândia, Ruanda, Sérvia, Tailândia, Tunísia e Uruguai.

Apesar de ser o berço da pandemia a China também tem o vírus sob controle. Mas, para obter acesso à Europa precisará também liberar suas fronteiras, exercendo o princípio da reciprocidade imposta por Bruxelas.

Mas e os Brasileiros, Serão ou Não Barrados na Europa?

Entre as condições impostas para liberar a viagem de países de fora da UE estão cumprir critérios específicos, como taxas de contágio estáveis ou decrescentes. Além do número de casos a cada 100 mil habitantes abaixo de 16.

O Brasil figura no segundo lugar no ranking mundial com maior número de casos de Covid-19 e também no número de mortes em números absolutos. Por isso, já sabemos que o país NÃO terá livre acesso aos países europeus tão cedo.

Pelo menos, não antes de mostrar que tem a pandemia sob controle e garantir que está tomando as medidas necessárias para conter o avanço da doença o quanto antes. Já que sua taxa está em 190 novos casos a cada 100 mil habitantes. Bem acima dos 16 recomendados.

Mas, é importante lembrar que a alta temporada de turismo na Europa já está chegando e que, países que vivem basicamente dele, como Portugal e França, precisam se apressar para recuperar o prejuízo que já estão tendo com o confinamento.

Em alguns países europeus, como vários outros pelo mundo, o desemprego bate recordes e a economia já sofre prejuízos irreversíveis a curto prazo. Portugal já declara que esta é a pior crise já vista em 100 anos.

Ainda assim, alguns países, com a intenção de atrair turistas para recuperar o prejuízo planejam implementar restrições sanitárias, como a exigência de exames de saúde do país de origem ou mesmo testes para o Covid-19 no desembarque.

Tomando essas atitudes, pretendem buscar a volta da normalidade, mas se precavendo e isolando possíveis focos da doença.

Os Brasileiros serão barrados na Europa

E Portugal, vai barrar?

Apesar da ligação tão próxima entre Portugal e Brasil, que são considerados países-irmãos, não podemos esquecer que Portugal faz parte da União Eueopeia e é signatária do Acordo de Schengen. Na prática, isto quer dizer que Portugal precisa analisar as recomendações da Comissão Europeira antes de tomar qualquer decisão.

Portugal, reabriu suas fronteiras para turistas somente vindos da União Europeia, mas ainda mantém suas fronteiras terrestres com a Espanha fechadas. Isso se deve porque a Espanha decidiu anteriormente que manteria as fronteiras com o país fechadas até 1° de Julho.

Já Portugal, que possui a maior comunidade brasileira na Europa, garante a entrada dos viajantes desde que tenham cidadania portuguesa ou autorização de residência no país.

Além disso, outras exceções foram incluídas como “viagem por motivos profissionais, de estudo, de reunião familiar, por razões de saúde ou por razões humanitárias e de acordo com o princípio da reciprocidade”, diz o governo português.

Ainda assim, um teste de Covid-19 negativo e realizado até 72 horas antes da viagem será obrigatório para aceitar a entrada desses viajantes em Portugal.

Portanto, se você não se encaixa em um desses pré-requisitos, existe uma grande probabilidade de você não conseguir nem mesmo embarcar no Brasil ou ser, com certeza, um dos brasileiros que serão barrados na chegada à Europa.

A data para reabertura das fronteiras é reavaliada a cada 15 dias pela maioria dos governos e dependerá de como a pandemia está se comportando em cada país. Leia aqui o despacho emitido pelo governo português na íntegra.

brasileiros serão barrados na Europa

Ainda com receio de uma nova onda do Covid-19, a Dinamarca, por exemplo, só reabre suas fronteiras para alguns países vizinhos. E, ainda existe a possibilidade de tudo mudar de uma hora para a outra. Portanto, é ficar de olho e estar preparado para fazer as malas assim que a “normalidade” voltar a ser realidade no mundo todo.

Mas, é certo que enquanto o Brasil não provar que tem a pandemia sob controle, os brasileiros vão ser barrados na Europa e, provavelmente, em outras partes do mundo.

Enquanto isso, aguardamos ansiosos o próximo destino.

Bjokas,

KS.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.