Anúncios
Grande Palácio de Bangkok

Os Limites do Reino da Tailândia

Os Limites do Reino da Tailândia

O Reino da Tailândia é o nome oficial do país. Sendo assim, obviamente você deve imaginar que são uma monarquia. Você está correto. Esse país localizado na Indochina é um dos mais famosos destinos turísticos do sudeste asiático. O que você provavelmente ainda pode não conhecer são os limites do reino da Tailândia.

Grande Palácio de Bangkok
O Grande Palácio de Bangkok

Por ser uma terra muito convidativa, muitos turistas acreditam que podem se comportar de qualquer forma quando chegam na região. No entanto, as coisas não são bem assim e a “Terra do Sorriso” pode se tornar bem dura quando algumas regras não são respeitadas.

Leia também: Coisas Que Não Te Contam Sobre Viajar!

O povo tai é considerado bem tolerante quando se trata de turistas. Afinal, em grande parte, o turismo mantém a economia do país girando. Mas, tudo tem seus limites em todos os aspectos. Hoje vamos falar sobre alguns deles.

Limites Geográficos

Os limites geográficos do Reino da Tailândia são bem controversos. O país fica bem no centro da Península da Indochina, sendo assim, tem fronteiras com mais outros quatro países.

Quando estive no Camboja, ouvia por alto que eles tinham algumas reservas com o povo tai. Depois de conhecer o lugar eu entendo mais claramente que a situação é realmente complicada entre os vizinhos.

Atualmente, ainda existem conflitos pontuais de disputa de terra na região. Apesar disso, vi muitos tailandeses vivendo no Camboja.

Acho que ficou claro que o Camboja está na lista dos países limítrofes ao Reino da Tailândia. Esta fronteira fica à leste do país.

Já ao norte o país é limitado pelo Myanmar e pelo Laos. A oeste pelo Mar de Andamão e ao sul ele encontra a Malásia e também o Golfo da Tailândia.

Ainda na fronteira marítima à sudeste as águas do reino encontram o Vietnã e a sudoeste, a Índia e a Indonésia no Mar de Andamão.

A Terra do Sorriso

A ciência já comprovou os benefícios do sorriso. Tanto para a mente quanto para o corpo. O povo tai já sabe disso há muito tempo.

Não é para menos que a Tailândia é conhecida como “A Terra do Sorriso”. Eles são um povo extremamente dócil. E quando digo dócil, é porque raramente eles vão demonstrar uma emoção que não seja por meio de um sorriso.

O Reino da Tailândia
Tailândia é conhecida como a “Terra do Sorriso”

Isso se explica porque eles acreditam que pessoas com expressões carregadas estejam sob influência de espíritos ruins. Por isso, o sorriso é uma forma de demonstrar vários tipos de sentimentos.

Dá uma olhada neste artigo em inglês, ele descreve uma situação que vai fazer você entender melhor o que eu estou falando.

Pelas bandas da Tailândia nunca se grita por razão nenhuma. Os ambientes por lá, sejam hotéis, spas, casas de massagem, sempre tem um clima relaxante, capaz de acalmar todo tipo de stress. Aliás, a melhor massagem da vida que recebi foi em Chiang Mai, norte da Tailândia.

Sabe quando você tem a sensação de que alguém está te olhando? Sentia isso por lá o tempo todo e sempre quando eu encontrava os olhos que pousavam sobre mim, recebia um sorriso infinito em troca. Impossível não devolvê-lo. 🙂

O Poder do NÃO

Não, este não é um conselho para você começar a seguir à risca na sua viagem para a Tailândia. Na mesma linha do sorriso que pode esconder qualquer sentimento, independente de ser bom ou mau, você raramente ouvirá um “não” de um tai.

Duvida? Então faça um teste, com taxistas, garçons, recepcionistas, massagistas. Comece a falar com eles em inglês e termine com uma pergunta em que tenha a certeza de que a resposta será “não”.

A única palavra que ouvirá é um grande SIM, que normalmente era seguido de “please”. Na maioria das vezes, eu ouvia um “yes, please“, mesmo quando a resposta não cabia na ocasião e a única resposta correta era “não”.

Yes please

Um dia eu estava em um restaurante e pedi meu Fried Rice sem nozes, como da vez anterior que comi lá. A garçonete respondeu com um “yes” bem claro e momentos depois quando recebi minha comida, lá estava ela, coberta de nozes.

Isso aconteceu uma dezena de vezes. Pequenos contratempos causados porque mesmo que eles não entendam o que você esteja falando eles tendem a concordar para não soarem rudes.

Em resumo, os tai que não dominam o inglês, obviamente ensinados pelo Capitão, um dos pinguins de Madagascar, geralmente vão apenas “sorrir e acenar”. 🙂

Para eles dizer “não” pode soar ofensivo. Portanto, essa palavra será evitava até que tenham certeza de que não terá uma conotação ruim.

pinguis de madagascar

A Religião na Tailândia

No Reino da Tailândia a religião predominante, e quando digo predominante, me refiro a 95% da população, é o Budismo Theravada.

Nessa vertente do Budismo, não há entidades sobrenaturais. Buda foi um homem normal que alcançou a iluminação. Mas isto não seria um privilégio dele. Todas as pessoas que praticam seus ensinamentos e seguem seus preceitos, podem alcançar o nível de Buda.

Ser um monge é considerado pelos budistas theravadas uma grande honra e eles são as pessoas mais respeitadas no país. Por isso mesmo, espera-se que todo o budista passe por essa experiência, nem que seja apenas por alguns dias.

É muito comum vermos crianças com a cabeça raspada usando os típicos trajes cor de açafrão pelas ruas. Se um tailandês não passa por esse ritual em algum momento da vida, ele não será bem visto pela sociedade.

Monge Tai

Os monges precisam necessariamente desapegar. Durante a manhã eles estão aptos a receber doações de comida. Veja bem, comida. Um verdadeiro monge não aceita dinheiro.

As mulheres não podem tocá-los. Normalmente quando elas fazem as doações, elas não colocam diretamente nas mãos desses monges. Elas depositam em uma espécie de pano ou pote que eles possuem ou, então, pedem para um homem entregar a doação.

Uma vez estava em uma área próxima a um templo em Chiang Mai e por acaso eu e uns amigos iniciamos uma conversa com um homem que acabara de estacionar uma caminhonete na frente do lugar.

Para nosso espanto, no final da conversa, descobrimos se tratar de um monge. Foi então que descobri que os monges podem se casar e possuir bens. Aliás, via muitos deles com smartphones por toda parte.

O que eles realmente buscam é uma moral ilibada e o afastamento do apego material em excesso que em nada contribui para a elevação pessoal.

A Monarquia

A monarquia é uma instituição sagrada e os limites do Reino da Tailândia aparecem em pequenos gestos, que para nós poderiam parecer corriqueiros. Mas, para eles pode significar uma ofensa grave e a partir daí, passível de punição. Dependendo do “crime” a sentença pode ser severa.

Monarquia Tailândia
O rei Maha Vajiralongkorn em sua cerimônia de coroação no momento em que ordena Suthida Vajiralongkorn sua rainha.

Por isso, sempre reforço a importância de estudar a cultura de países para os quais vai viajar. A possibilidade de que uma prisão ou mesmo uma punição mais séria aconteça é sim pequena. Mas, a ofensa contra eles será grave da mesma forma.

Saiba que apontar o dedo para figuras do Rei (ou para qualquer outra coisa), se dirigir a ele de forma desrespeitosa, fazer piadas, não prestar a reverência devida, é caracterizado como ofensa grave.

Como a religião da Tailândia é o Budismo Theravada, não existe Deus, como para os cristãos por exemplo. Mas, na minha humilde impressão, o rei é o mais próximo disso. Existe um clima de devoção por onde se olha, com fotos do rei por todos os cantos, casas e comércios.

As moedas e as cédulas estampam a figura do rei. Portanto, já tenha em mente que pisá-las é uma ofensa direta a ele. Até mesmo apontar os pés em direção a alguém (ou mesmo que seja uma estátua de Buda) já é muito ofensivo.

E já que os pés são considerados a parte mais suja do corpo, se uma moedinha cair no chão, nem pense em apoiá-la com eles a fim de contê-la.

Moeda Tai

Um detalhe a ser acrescentado é que ofender algum membro da família real é como ofender o próprio rei. Então a reverência prestada a Sua Majestade, se estende a toda a família real.

As Duras Leis Tai

Quem escuta falar de “Terra do Sorriso”, da dificuldade em dizer não e de esconder sentimentos negativos, nem imagina o quanto eles podem ser rigorosos com suas leis. Por isso, os limites neste reino, fazem da Tailândia uma terra bem “linha dura”.

Duras Leis

Alguns diriam que eles pegam pesado até demais. E não é para menos, a punição para o tráfico de drogas, por exemplo, assim como em Cingapura, é a Pena Capital.

Que desrespeitar o rei e a família real é ofensa grave você agora já sabe. O que falta complementar é que essa atitude, além de ser uma falta de educação abissal, é também crime.

Você pode sim parar na cadeia por até 15 anos pelas ofensas à realeza. Lembrando que a lei cobre o rei, mas estende-se também à rainha, ao herdeiro do trono e ao regente, se houver.

Em 1985, o cantor inglês Muray Head, que ficou famoso após o hit “One Night in Bangkok”, foi banido de entrar na Tailândia por conta da letra da música. Segundo as autoridades locais a letra “causa mal-entendido sobre a sociedade tailandesa e mostra desrespeito ao Budismo”.

Usar camisetas com a imagem de Buda, ou outros adereços são ofensa grave também. Me lembro de quando cheguei na Tailândia, uma das primeiras coisas que vi a caminho do hotel foi um painel gigante esclarecendo isso.

Ele ressaltava também que Buda não era decoração, o que me fez lembrar do consultório da minha dentista no Brasil. Uma vez perguntei se ela era budista, porque tinham vários budas por lá. Ela me disse que não, mas que achava bonito.

Mal sabia ela que para um budista isso é um desrespeito imenso, além de ser crime e extrapolar os limites no Reino da Tailândia. A punição pode ser uma multa ou mesmo, a prisão.


Anote:

  • Exportar estátuas de budas ou até mesmo parte delas, também é crime passível de multa ou prisão.
  • Se você entrar em uma briga com um tai, tenha em mente que o governo tailandês nunca toma partido de um estrangeiro. Não importa o que você diga, você sempre estará errado. Então, comporte-se!
  • Se você ficou curioso sobre a pena de morte na Tailândia. o condenado é executado por injeção letal, Antigamente era por um pelotão de fuzilamento. Há quem diga que até pouco tempo eles construíam paredes e fechavam a pessoa lá dentro do cimento. Extraoficialmente, claro.

O Velho e o Novo

O velho e o Novo

De Chiang Mai e outras províncias que fazem fronteira com o Laos, Camboja e Myanmar, até a gigante Bangkok, você aprecia o velho e o novo o tempo todo. Até mesmo nas cidades mais remotas, eu podia enxergar a modernidade nos restaurantes e hotéis turísticos sem deixar a tradição de lado nunca.

Em Bangkok as coisas ficam mais acentuadas ainda, pois os templos deslumbrantes que representam a tradição tai, contrastam com os arranha-céus que emergem na cidade.

O país atrai tantos turistas não é por acaso. Afinal, o clima misterioso e surpreendente está por onde se olha e desperta a curiosidade.

Não dá para explicar esse lugar, cada experiência é única. Desde que nunca se ultrapasse os limites do Reino da Tailândia.

Por hoje é só e até a próxima viagem!

Bjokas,

KS.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: